terça-feira, 7 de dezembro de 2010

a minha. a política. a necessidade

teve um dia que achei poder ganhr algum vintém com o que escrevo. pensei
daí decidi aceitar as propagandas no meu blooooog pra ver se. mas nunca vi a cor de uma moeda invisível
odiei minha ação romântica, exaltei minha coragem, e segui em frente, muitas contas pra pagar, muitos desejos pra realizar pensei em roubar algumas coisas por aí, acabei roubando, mas não dava muito certo esse mercado com a minha covardia. daí decide me levar para algum lugar de exploração e as vezes tortura, claro o exagero nas bexas sempre é grandioso, elas não se aguentam e põe um salto alto na conversa e jogam panos e mais panos pra se cobrir toda de um glamour desnecessário pq a beleza deleas elas escondem, ops, tem umas q ,
aí , já devia demais  o banco pq tinha q dar din din la na minha casa, chorei e me alistei pra trabalhar de quase  vassalo pro ministério da fazenda, consegui e lá ganhava 145 reais- esse programas de estagiário são podres- e parecia q era muito mais, de tão menos, paguei minhas dividas e cancelei tudo, inclusive as entradas no banco e no blog. aqui no brasil é complicado ganhar o suficiente pra uma vivência digna, sem fossa e esgoto como é que vamos ser reais ratos?, comida todos os dias até dá pra roubar ou sair por aí comendo os restos, roupa eu comprava no brechó ou vovó fazia com uns lindos pedaços de pano, mas uma familia com muita gente é pro estado  uma familia com poucos cidadãos pensando que num terreno baldio, sem registros de posse de terra a terra é de ninguém, ainda bem que o uso capeão nos serve de algum paradigma de conforto.daí coloquei na minha cabeça que o uso fruto do Proibido nessa terra aqui É facilmente desfeito- o que poderia fazer para melhorar o buraco do meu sapato?- pensando nas elites controladoras da política de onde se vai fazer  saneamento e pavimentação... isso na cultura tbm, pq aqui nesse estado desde os tempos idos o fausto só cabe e só se revela quando haverá um hospital ou um condominio particular numa rodovia tal e tudo lá será Feito.  ou um edital de cultura-agora luzes começam a jorrar possibilidades pra outros grupos-é pq se um boi de elite é contemplado pq um boizinho do interior do estado não pode ser? aí penso: poderia .
hoje, peço, para q as propagandas fiquem, mas que vc -se houver leitor, NUNCA clique lá- apenas fique sabendo que existe tantos outros mundos e muitas dificuldades- inclusive de escrever
ah n tenho mais conta em banco, se quiserem realmente  me ajudar entrem em contato,  ainda necessito de alimentação, hoje ampliou-se o que sei que posso comer, alguma quantia serve- seja de qual bem pra vc for, e mais ,desde d que Exista valor no mercado de tomates, carnes,  cebolas...e lágrimas.-

Nenhum comentário:

Postar um comentário